segunda-feira, 27 de março de 2017

Handebol feminino tem espaço no SAPY

I LOVE LAJE NO FOMENTO DA CULTURA À CULTURA DA PERIFERIA

Descobrir uma foto histórica do Parque Ypê como esta no salão do Centro Desportivo Comunitário SAPY, clicada em meados de 1967...

...assegura à equipe do I love Laje, em sua primeira visita a este CDC, domingo, 26, que está no caminho certo...

...o de registrar a memória da região do Campo Limpo a partir do futebol varzeano.

O projeto "Do Campo Limpo ao Sintético: Poesia Sem Miséria", contemplado no edital de Fomento à Cultura da Periferia...

...além do Espaço de Convivência Cultural,  sito à Rua Martinho Vaz de Barros, 27, Vila Pirajussara...

...tem como meta a realização de um documentário; um livro e uma peça teatral, oferecendo à juventude oficinas de poesia, teatro, audiovisual, clube de leitura e saraus. 

Uma das formações do time do SAPY, Sociedade Amigos do Parque Ypê, exposta em seu mural, relembra quando o campo era de terra... 

O SAPY é um espaço tradicional de encontro do futebol varzeano do Campo Limpo...

E hoje uma nova Diretoria formada pelo Presidente Walace, o secretário Marco Rogério, o tesoureiro Murilo e Conselho Fiscal, William  do Barcelona...

...tem por objetivo resgatar a identidade do clube.  

Pedindo licença pra chegar a essa grande história, que começa a ser contada agora...

 ...O conselheiro Videira nos recebe com simpatia. 

Acima uma mostra dos troféus que evidenciam uma longa caminhada. 

À beira do campo, um momento de descontração domingueira. 

Ao Jesse, o segundo à direita, que abriu a conversa no SAPY, nosso abraço!

Muita emoção com a bola rolando...

Papo e amizade, a várzea é agregadora!

Ao lado de Marco Pezão, Videira comenta:

" Este é um ano importante de trabalho pra nós. Vamos resgatar nossas origens, ampliar a convivência social.

Aos domingos, agora, temos os quadros do Parados, do Masters, Veteranos e o Esporte.

Durante a semana, de terça-feira à sábado, temos a Escolinha de Futebol em parceria com o Audax.

Ao todo, usufruem do campo, nos finais de semana, 14 equipes entre o SAPY e locatários" 

E qual não foi a nossa grande surpresa ao encontrar essa foto estampada na parede da sede?

A de uma equipe feminina de handebol, campeã em 2011 no Jogos da Cidade?

"A minha experiência partiu da escola Ademar de Barros onde havia uma professora que nos estimulava a praticar o handebol...

e que por não ter espaço físico, usamos a quadra do condomínio e fomos pegando gosto. 

Em 1978, fizemos parceria com o SAPY, e com a construção do ginásio de esportes unimos o útil ao agradável." 

Quem nos conta são as fundadoras Sonia e Eliane que aparecem na foto do time campeão e que continuam praticando e incentivando os novos quadros.   

Domingo é dia de treino sob a direção de outra veterana Ivani, de camiseta branca. O grupo todo é formado por trinta atletas. 

O ginásio de esportes agrega escolinha de futsal, jogos, além do handebol feminino. 

Arremesso durante treinamento...

Bolinha na rede é gol...

Fazendo parte do coletivo, a muralha testa a habilidade das meninas.

O SAPY, em abril, comemora quarenta e nove anos de existência...

...e do terrão ao sintético, da foto preto e branco à colorida, muita história a ser contada...
                                    
       Reportagem de Marco Pezão e Alai Diniz 

DO CAMPO LIMPO AO SINTÉTICO

POESIA SEM MISÉRIA 

A VÁRZEA É ARTE

A VÁRZEA É VIDA

PARTICIPE!

Esse projeto foi contemplado pela 1ª edição do Programa de Fomento à Cultura da Periferia da cidade de São Paulo